Terça, 29 de Setembro de 2020 00:24
+55 11 94087-6185
Dólar comercial R$ 5,63 1.42%
Euro R$ 6,57 +1.77%
Peso Argentino R$ 0,07 +0.86%
Bitcoin R$ 63.823,93 -1.628%
Bovespa 94.666,37 pontos -2.41%
Economia Economia

Agora você entende a importância de ter uma reserva financeira?

Agora você entende a importância de ter uma reserva financeira?

03/09/2020 14h36
1.218
Por: Redação Fonte: Por: Juliana Rocha
Imagem: Banco de Imagens do Google
Imagem: Banco de Imagens do Google

Juliana Rocha

Com a pandemia do novo Coronavírus no mundo, milhares de pessoas foram demitidas de seus trabalhos, autônomos e empresas não conseguiram mais sustentar seus negócios. Bares, restaurantes, Shopping Center, parques, cursos e todos os modelos de negócios que não foram considerados “essenciais” fecharam a porta por meses. Muitos declaram não saber se será possível um dia retornar devido à falta de estrutura e despreparo diante a crise.

No Brasil, estamos na fase da retomada das atividades aos poucos. Vivemos e ainda viveremos tempos difíceis no país. Muitos desses serviços considerados “não essenciais” garantem o pão na mesa de muita gente, e são as empresas e clientes que sustentam os funcionários, donos e indústrias.

Porém, meio a toda essa crise, ainda temos exemplos de empresas e pessoas que souberam se adaptar a esse período: Lojas, restaurantes, bares e seus clientes aderiram ao delivery, costureiras providenciaram máscaras de pano para vender, muitos passaram a revender produtos pela internet, os mercados hoje possuem a opção da compra de alimentos pela internet, as empresas corporativas (e até as que não eram) aderiram o modelo de trabalho home office, muitas até gostaram de trabalhar assim, e cogitam a possibilidade do trabalho remoto daqui pra frente (como a XP INVESTIMENTOS). 

E o que tudo isso nos mostra? Que no mundo, quem não se adapta está fadado ao fracasso financeiro. Quem não tinha uma reserva financeira (de 6 a 12 meses do seu custo de vida fixo mensal) durante essa crise com certeza passou apuros. Agora, quem já estava preparado financeiramente, mesmo que empregado ou dono de um negócio, pode perceber que isso o salvou!

Hoje, mais do que nunca percebemos que não dá para contar com o nosso querido emprego, nosso patrão, nossa empresa, nossos pais, com a nossa faculdade ou com qualquer outra opção. Por isso precisamos aprender a poupar e investir o nosso dinheiro. Seja qualquer quantia que chegue até você, poupe sempre uma parcela, pois não sabemos e nunca saberemos como será o dia de amanhã.

Muita gente hoje está sentindo na pele, e se arrepende te ter comprado coisas fúteis. Muitos estão recebendo o auxílio, porém, se a pessoa já era acostumada a ter altas despesas, só o auxílio não supre todas as necessidades, e sim, está sendo preciso se adaptar.

Como juntar uma reserva de emergência e quanto é necessário?

Para começo de conversa, não é possível guardar dinheiro sem um planejamento financeiro estratégico. Sendo assim: Comece a se organizar financeiramente, pegue papel e caneta e comece a anotar: Qual o valor do seu salário/renda líquido? Quais são suas despesas mensais? O que você poderia diminuir? Quanto é a sua fatura do cartão? 

Reunindo tudo isso, vamos supor que depois de todas as suas despesas fixas e essenciais, te sobre 400 reais mensais: Desse valor, divida uma parte para a sua reserva financeira, e a outra para você fazer o que quiser! (Pode ser 200 para cada coisa, ou a porcentagem que você achar melhor) O mais importante é começar a montar essa reserva financeira.

O valor pode ser de 6 a 12 meses do seu custo de vida fixo mensal. Como assim?

Vamos supor que: Durante o mês, você gasta R$ 1.500,00 com todas as suas despesas fixas. Agora, 1.500 multiplicado por 6 (meses) = R$ 9.000,00. Ou seja, com 9 mil reais hoje, é possível você passar 6 meses sem receber renda e conseguir se manter com o mesmo padrão de vida.

Deu pra entender? Agora, se você quiser que a sua reserva seja maior.. Como para 12 meses, você precisará ter o dobro, que é R$ 18.000,00. Pode parecer muito fora da sua realidade hoje, porém, no longo prazo é possível ter esse valor. E se você começar hoje, nem que seja com 50 reais, estará muito mais preparado para a próxima crise.

Crises vêm e vão. E o que nos resta é o aprendizado meio a ela. 

Onde posso guardar o valor da minha reserva de emergência?

Em opções seguras e com liquidez (capacidade de tirar a qualquer momento sem perder o valor). Atualmente, o Tesouro Selic ou algum CDB com liquidez diária (e de Banco confiável) são boas opções. Onde seu valor irá render mais que a Poupança e terá segurança no seu valor.

É importante eu frisar que: Dinheiro de reserva de emergência não pode ser aplicado em investimentos com risco, alavancados ou de renda variável! Pois a renda varia.. E se, durante uma pandemia mundial todas as ações da bolsa despencarem e você precisar resgatar seu valor nas presas? Vai resgatar com prejuízo!

Então deixo meu recado: Nos seus investimentos, comece com calma e estude antes de colocar seu valor em qualquer investimento. Renda variável é apenas para depois, depois de você ter sua reserva financeira e ter estudado a fundo. 

Espero que você se sinta mais preparado, e entenda os impactos que a falta de uma reserva causa na vida das pessoas.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 00h01 - Fonte: Climatempo
22°
Alguma nebulosidade

Mín. 18° Máx. 25°

22° Sensação
6 km/h Vento
69% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (30/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Quinta (01/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias