Quarta, 28 de Outubro de 2020 17:01
+55 11 94087-6185
Saúde Saúde

Saúde intensifica ações de prevenção aos pernilongos e dengue em bairros da capital

Na ação contínua de combate aos mosquitos liderada pela Secretaria Municipal de Saúde, bairros das regiões leste, norte e sudeste recebem aplicação de inseticida e visitas domiciliares a partir desta quarta-feira (07)

07/10/2020 11h56
1.126
Por: Redação
Imagem: Banco de Dados do Google
Imagem: Banco de Dados do Google

Em continuidade às ações de combate aos pernilongos (Culex quinquefaciatus) e dengue (Aedes Egypt)  na capital paulista, equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), intensificam a partir desta quarta-feira (07) a aplicação de inseticida em bairros das zonas leste, norte e sudeste da capital, utilizando a técnica chamada Ultra Baixo Volume (UBV). O método é um dos mais eficientes, pois ataca diretamente o alvo a ser controlado, além de ser mais econômico.

 

De 07 a 09 de outubro, os bairros beneficiados com as ações de combate aos mosquitos da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) da SMS são:

 

- Coordenadoria Leste: Cidade Tiradentes; Ermelino Matarazzo; Guaianazes; Itaim Paulista; Itaquera; São Matheus e São Miguel Paulista.

 

- Coordenadoria Norte: Santana; Jaçanã; Casa Verde; Pirituba; Freguesia do Ó; Vila Maria e Vila Guilherme;

 

- Coordenadoria Sudeste: Mooca; Aricanduva; Ipiranga; Jabaquara; Vila Mariana; Vila Prudente e Sapopemba. 

 

A lista das ações dessa semana, 07 a 09, está em tabela anexa.

 

Ações da SMS são contínuas ao longo do ano

 

A aplicação de inseticida, por meio de termonebulização, vem ocorrendo desde o início de agosto e continuará acontecendo nas próximas semanas, cumprindo todos os critérios técnicos do programa. Dentre as ações preventivas realizadas estão: monitoramento quinzenal de todos os córregos pertencentes à área de abrangência da região; envio de relatórios mensais à Divisão de Vigilância em Zoonoses e à Subprefeitura local; solicitação de manutenção e limpeza de bueiros e galerias; vistorias nos endereços solicitados; mapeamento e diagnóstico de área, com o cruzamento de informações obtidas em vistorias; aplicação de inseticida em áreas delimitadas.

 

A Divisão de Vigilância de Zoonoses da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (DVZ) adquiriu no último mês 30 veículos, picape cabine dupla, que estão sendo distribuídas às 27 UVIS - Unidades de Vigilância em Saúde. Esses novos veículos carregarão as mini UBVS - Ultra Baixo Volume, responsáveis pelas ações de nebulização de inseticida e larvicida biológicos, para combates aos mosquitos Culex (pernilongos) e Aedes Aegypti (causador da dengue). Esses veículos atuarão no combate aos mosquitos especialmente em pontos estratégicos, com maior tendência de acúmulo de mosquitos, e imóveis especiais, de maior trânsito de pessoas em épocas fora da pandemia (como escolas, creches, asilos, igrejas). A nova frota dobra a capacidade atual das UVIs no combate aos mosquitos nas zonas periféricas, próximas a rios e córregos e nas ações casa a casa.

 

As ações nas margens do Rio Pinheiros seguem sendo realizadas pela Prefeitura de São Paulo em parceria com a EMAE.  Desde 2019, início do Programa Novo Rio Pinheiros, do Governo do Estado de São Paulo, a EMAE vem fazendo o desassoreamento (aprofundamento), a remoção de resíduos sólidos e de vegetação aquática, bem como a roçagem e limpeza dos taludes. Somente com desassoreamento, foram retirados 240.595 m³ de sedimentos. Já foram removidos também mais de 12 mil toneladas de lixo flutuante. Os contratos da Sabesp para coleta e tratamento de esgoto também estão em andamento e já atingiram 43,6 mil ligações das 533 mil necessárias: 8,2% do total realizado.

 

O gasto com a aquisição de insumos, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e equipamentos para o controle de mosquitos em 2019 foi de R$ 4.285.422,63. Em 2020, o valor gasto até agosto foi de R$ 3.437.143,09. Mesmo com a pandemia, não houve redução da mão de obra para os serviços de dedetização. O número de Agentes de Saúde Ambiental/Combate a Endemias, estabelecidos nas Unidades de Vigilância em Saúde (UVIS), permanece em 2.059, com 1.142 deles atuando diariamente em ações de controle de mosquitos.

 

Em 2019, foram feitas pela Covisa 3.707.982 visitas a domicílios para controle de mosquitos (2.517.085 entre janeiro e agosto). Em 2020, até agosto, esse número de visitas foi de 2.711.537. Além das atividades do Programa de Controle de Aedes Aegypti, todas as UVIS continuam executando as atividades previstas no Programa de Vigilância e Controle de Mosquitos Culex mensalmente. Os respectivos relatórios são enviados para o Núcleo de Vigilância, Prevenção e Controle de Fauna Sinantrópica da SMS.

 

A frequência dos monitoramentos das áreas cadastradas também é mensal. Em 2020, assim como em 2019, todas as 202 áreas prioritárias da cidade (áreas críticas para a proliferação de mosquitos) continuam sendo monitoradas e, quando constatada a presença de larvas, passam por tratamento.

 

O canal para solicitações sobre mosquitos é o Portal de Atendimento da Prefeitura de São Paulo 156: https://sp156.prefeitura.sp.gov.br/portal/tipos-servicos?tema=612

 

É importante, também, a colaboração da população para evitar água parada dentro de casa e exposição de objetos que podem contribuir para a proliferação de mosquitos.

 

Limpeza de córregos

 

Para controle da presença dos insetos é fundamental a limpeza dos rios Pinheiros e Tietê e dos córregos, trabalho que é realizado em parceria pelo Governo do Estado e pela Prefeitura. Também são realizadas visitas às residências, para que sejam eliminados criadouros dos pernilongos, e conscientização da população. De acordo com a Secretaria Municipal das Subprefeituras, em toda a cidade, de janeiro a agosto de 2020, foram retiradas 121.784 toneladas de detritos em córregos, em 1.689.095 metros de extensão. Os serviços de varrição, coleta de lixo e limpeza de bueiro também são realizados periodicamente em toda a cidade. 

 

Neste ano, na Capela do Socorro, por exemplo, já foram limpos 59.327 metros de córregos. Em Pinheiros, foram 2.695 metros de córregos limpos; no Butantã, foram 19.170 metros; número que salta para 23.834 metros em Santo Amaro.

 

Para conhecer os demais serviços de zeladoria prestados basta acessar o da AMLURB (https://tinyurl.com/ycw3ozdq) e de SMSUB (https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 16h41 - Fonte: Climatempo
32°
Alguma nebulosidade

Mín. 17° Máx. 34°

30° Sensação
20 km/h Vento
14% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (29/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (30/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 20°

Chuvoso
Ele1 - Criar site de notícias