Terça, 19 de Janeiro de 2021 12:21
+55 11 94087-6185
Segurança Pública Segurança Pública

Motorista de aplicativo é encontrado morto na zona sul de SP

Polícia identifica cinco suspeitos de roubar, sequestrar e matar o motorista. Criminosos teriam confundido homem com pedófilo

04/01/2021 12h42
1.066
Por: Redação Fonte: R7.com
Motorista de aplicativo é morto confundido com pedófilo | ARQUIVO PESSOAL
Motorista de aplicativo é morto confundido com pedófilo | ARQUIVO PESSOAL

O motorista Roger Ferreira Silva, de 35 anos, foi encontrado morto na zona sul de São Paulo. O corpo da vítima foi encontrado em uma área de mata fechada na Estrada do Curucutu, enterrado e de mãos atadas.

A polícia identificou e prendeu os suspeitos de envolvimentos no desaparecimento e na morte do motorista na noite do domingo (3). carro dele havia sido encontrado carbonizado, no sábado (2), em Parelheiros, também na zona sul de São Paulo.

Na manhã do domingo, a polícia localizou na Estrada dos Limas, zona sul de São Paulo, o celular da vítima com uma menina de 12 anos. Ela e a mãe foram levadas para a delegacia onde prestaram depoimento.

O celular foi dado para a menina por um parente que comprou o aparelho de um outro homem, por cerca de 200 reais. Os dois homens, Josemar Castro Souza e Israel Pereira Sena, também foram levados à delegacia onde foram indiciados por receptação e associação criminosa.

A Polícia Civil conseguiu, por meio dos depoimentos, chegar até três pessoas: Emily de Oliveira Luz, Maicon Jonathas dos Santos e Jefferson Santos do Nascimento, suspeitos pelo roubo, desaparecimento e morte do motorista. Com o trio, foram apreendidas munições, uma arma falsa e carregador de fuzil 5.56mm.

 

Os suspeitos foram isolados para a coleta de depoimentos, em que teriam confessado o crime. Eles disseram que solicitaram a corrida na intenção de assaltar o motorista, e que o caso foi crescendo com o passar do tempo.

Como ocorreu o crime

Segundo a Polícia Civil, os suspeitos roubaram o motorista e continuaram com a vítima no carro, vasculhando o celular e pedindo dinheiro para contatos, configurando extorsão mediante sequestro.

Olhando o celular de Roger, o grupo achou diversas fotos de criança, já que ele era pai de cinco filhos, e acharam que o homem era um pedófilo. Com isso, solicitaram autorização para o comando de uma das maiores facções criminosas paulista, que aceitou e ordenou, também, que eles cortassem os dedos da vítima.

De acordo com o delegado, o trio cortou os dedos das duas mãos da vítima, degolaram e esconderam o corpo em uma área de mata fechada na Estrada do Curucutu, próximo a um convento de freiras, no número 1900, no bairro rural de Barragem, no distrito de Parelheiros, extremo sul de São Paulo. 

Os investigadores acreditam que eles tenham envolvimento na facção criminosa, já que foi solicitada autorização antes da execução. Além disso, a impressão inicial é de que Roger tenha sido morto na madrugada do dia 01, pela linha cronológica que está sendo traçada pela Polícia Civil.

Será feita a perícia para saber se de fato foi pelo celular da mulher detida que foi realizada a solicitação da corrida. O trio foi conduzido ao 102° DP do Socorro, onde está sendo registrada a prisão e a localização do corpo. Os dois presos por receptação também foram para mesmo local. Todos foram levados para a carceragem do 101° DP do Jardim das Imbuias.

De acordo com o delegado, o trio será indiciado por roubo, organização criminosa, extorsão mediante sequestro, tortura, homicídio qualificado, posse de munição e ocultação de cadáver. A dupla responderá por associação criminosa e receptação.

Investigação e prisões

Os policiais da Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências Diversas (Cerco) da 6ª Seccional prenderam, neste domingo (3), cinco suspeitos de roubar, matar e vender o celular de um motorista de aplicativo.

Após trabalho de investigação, os agentes identificaram e localizaram o três suspeitos, que confessaram o crime. Eles foram presos em flagrante e indiciados pelos crimes de roubo, homicídio qualificado, tortura, extorsão mediante sequestro, ocultação de cadáver, posse de munições de arma de fogo e organização criminosa. Outros dois suspeitos, que teriam vendido o aparelho celular da vítima, foram presos por receptação e associação criminosa.

Segundo a Polícia Civil, os presos Josemar Castro Souza, Emily de Oliveira Luz, Maicon Jonathas dos Santos, Israel Pereira Sena e Jefferson Santos do Nascimento aguardam na carceragem do 101° Distrito Policial para passarem pela audiência de custódia.

Maicon, Jefferson e Emily foram iniciados por roubo, organização criminosa, extorsão mediante sequestro, tortura, homicídio qualificado, posse de munição e ocultação de cadáver. Josemar e Israel responderão por associação criminosa e recptação.

O corpo de Roger Ferreira Silva, de 35 anos, está no Instituto Médico Legal (IML) Central, onde passará pelos exames necroscópicos a partir das 8h desta segunda-feira (04).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 12h08 - Fonte: Climatempo
26°
Muitas nuvens

Mín. 20° Máx. 28°

27° Sensação
7 km/h Vento
65% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (20/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (21/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias