Sexta, 22 de Janeiro de 2021 15:14
(11) 99639-7423
Pandemia do Coronavírus COVID-19

Doria reconhece, pela primeira vez, que São Paulo vive 2ª onda da Covid-19 e projeta um 2021 "difícil"

Doria reconhece, pela primeira vez, que São Paulo vive 2ª onda da Covid-19 e projeta um 2021 "difícil"

07/01/2021 10h26
1.108
Por: Redação Fonte: Yahoo
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

O governador de São PauloJoão Doria (PSDB), reconheceu que o estado passa por uma segunda onda de Covid-19. Doria disse também que o ano de 2021 será mais difícil do que o esperado em outubro do ano passado, quando a pandemia do novo coronavírus dava sinais de estar enfraquecendo.

“Tenho que fazer um alerta e um apelo. Alerta é a circunstância de segunda onda da Covid-19, que chegou ao Brasil e mundo. Não tínhamos essa expectativa até outubro, mas São Paulo, Brasil e 215 países lamentavelmente estão vivendo a segunda onda deste vírus”, afirmou, em em reunião virtual com prefeitos, na manhã desta quarta-feira (6).

Nos meses de novembro, quando os dados já indicavam um crescimento expressivo no número de casos, internações e de mortes, as autoridades paulistas negavam a existência de uma 2ª onda da Covid-19.

Entre as declarações destacadas na ocasião, estão a do infectologista David Uip — “falando como David Uip e não em nome do centro de contingência, é que não há uma segunda onda, e sim uma continuidade da primeira onda — e do prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB) — “estamos em um momento de estabilidade da pandemia na cidade de São Paulo”.

“É preciso que compaixão de prefeitos e membros do governo seja colocado como prioridade. Essa prioridade eu peço que exercitem nos seus mandatos. Teremos ano difícil, muito mais difícil do que imaginávamos até outubro passado. Mas vai passar, se tivermos capacidade de agir com princípio de defesa a vida”.

Os casos de Covid-19 aumentaram em 68% em São Paulo durante o mês de dezembro. Os hospitais particulares de São Paulo têm registrado ocupação acima de 90% nos últimos dias em decorrência do aumento de internações.

“700 pessoas perdem a vida por covid todo dia (no Brasil). São 4 aviões lotados todos os dias. Isso não é banal. É triste, trágico. Em São Paulo perdemos 100 vidas em um único dia. Isso não deve passar pela nossa visão, pela nossa leitura, imaginando que faz parte do cotidiano”, completou o governador.

O governo também voltou a garantir que o estado de São Paulo começará a vacinar a população contra o novo coronavírus a partir de 25 de janeiro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 15h14 - Fonte: Climatempo
30°
Nuvens esparsas

Mín. 20° Máx. 30°

31° Sensação
6 km/h Vento
46% Umidade do ar
90% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (23/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (24/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias