Venha você também para o Classificado Folha!
Chuvas em São Paulo

São Paulo vive um caos após últimos meses de fortes chuvas

São Paulo vive um caos após últimos meses de fortes chuvas

03/04/2019 16h28
Por: Redação
Fonte: Por: Maria Vitória Freitas
978

A chuva e vento forte que atingiram a capital paulista nos últimos meses de 2019, causaram muitos estragos com os alagamentos, quedas de árvores, desmoronamentos e o desabamento de casas e encostas e mortes.

O ano de 2019 começou com chuvas fortes e alagamentos deixando a cidade de São Paulo em estado de atenção, já no dia 2 de janeiro decretado pelo Centro de Gerenciamentos de Emergências (CGE). Alguns bairros do extremo da zona Sul foram mais afetados, como por exemplo, Parelheiros, Capão Redondo, Jardim Ângela e M' Boi Mirim. Os moradores da periferia sofrem diariamente com a falta de qualidade nos transportes coletivos, desemprego, com a ausência de centros culturais, esportivos, locais de recreação e lazer, escolas públicas com falta de professores, creches sem vagas e no começo do ano tem mais uma preocupação: as chuvas.

Todos os problemas que os periféricos sofrem é resultado do processo histórico de ocupações desordenadas nas áreas de mananciais, especialmente na zona Sul, o que prejudicou o desenvolvimento da região e a tomada de providências de medidas efetivas de políticas públicas.

“A gente brinca dizendo que é a região de São Paulo onde o ônibus não faz a curva [...] porque são ruas estreitas, apertadas, ocupação totalmente desordenada e a região sul concentra tudo isso porque o poder público demorou muito tempo para se convencer que se ainda fosse área de manancial já invadida, ele tinha que ter presença [...]”, explica Floriano Pesaro, antigo Secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo.

As reclamações são inúmeras, o combo transporte público aliado as vias sem zeladoria da prefeitura, mais alagamentos e pontos intransitáveis quando chove. Talita Costa, 23, jornalista e moradora do bairro Vargem Grande relata que a insegurança em acordar e não saber que horas voltará para casa é constante, “levo cerca de 2h ou 2h30 para mais até conseguir chegar em casa em dias de chuvas [...] o transporte público que utilizo, que é a linha 6091, é precário, lotado todos os dias e poucos ônibus para atender a demanda da população.”, conta a jovem. Além dos transtornos com o deslocamento, ela menciona a falta de presença da prefeitura no local para averiguar as ruas esburacadas, sem pavimentação, saneamento básico, problema de enchentes e alagamentos. “ [...] a situação não é de hoje, é de anos, mas nosso bairro está abandonado, não tem ninguém que olhe por nós.”, finaliza.

Situação das ruas no Vargem Grande quando chove./Foto enviada por Talita Costa

 
 
 

A mesma situação se repete quando chove no Jd. Eucaliptos, bairro em que Daiane Derlim de 29 anos e agente comunitária de saúde da UBS do Embura reside desde que nasceu. Ela diz que os ônibus não chegam até o ponto final, muitas das vezes deixam os passageiros na metade do caminho e o intervalo para os coletivos passarem nos pontos é de 1h30 sem atrasos. “O bairro está cada vez maior, o primeiro coletivo sai do ponto final do bairro às 5h30 com uma superlotação onde as pessoas atravessam São Paulo para trabalhar. ”, afirma Daiane.

Estradas sem zeladoria no Jd. Eucaliptos dificultam deslocamento dos moradores.

 
 

/Foto enviada por Daiane Derlim

 

As pessoas que utilizam carros também sofreram para chegar em casa, como foi o caso de Taiane Ferreira, 24, moradora do bairro do Colônia que estava a passeio no domingo e sofreu dificuldades para enfrentar não só um, como diversos pontos de alagamentos no trajeto de volta. A jovem conta que saiu do bairro do Santana, Zona Norte da cidade, às 20h e previa chegar por volta das 22h, mas mesmo pegando atalhos levou cerca de 6h no trânsito, “eu fiquei com medo do carro parar no meio da água e a gente ficar preso lá [...] não era só um alagamento que tinha, passei por dois ou três”, explica.

 

 

A nossa redação entrou em contato coma a SubPrefeitura, Prefeitura Municipal de SP, que nos informou “Os problemas relatados sobre as vias do Vargem Grande e Jd. Eucaliptos serão resolvidos, “estamos hoje (15/03), no bairro Jardim dos Eucaliptos, executando serviços de regularização mecânica e o Vargem Grande também entrara nas futuras programações nas ruas autorizadas, as que estiverem com indícios de nova construção de edificação irregular não entram no programa. ”, afirma. A assessora também explica que nos três primeiros meses deste ano os agentes da subprefeitura passaram por dificuldades com relação aos novos pontos de alagamentos que surgiram, mas já conseguiram “quatro escavadeiras hidráulicas e uma moto niveladora, emprestadas de outras subprefeituras, para darem continuidade com mais rapidez nos serviços de limpeza de córrego e regularização mecânica em ruas de terra.”. Iniciativas estão sendo desenvolvidas para que enchentes não se repitam, como é o caso do programa “Córrego Limpo”, parceria da SABESP e da Prefeitura, que está refazendo o levantamento dos córregos na região, seus braços e afluentes e após a conclusão o mesmo se aplicará ao córrego Caulim que fica na zona central de Parelheiros.

 
 
 

 

Estrada Ecoturistica com Rua Euzébio Coghi - Parelheiros, São Paulo – SP (18/03) - Imagem: Vagner Fernandes

 

Após todos esforços da Subprefeitura no último domingo (18/03), choveu e os mesmos pontos alagaram novamente, CEU Parelheiros, Term. Parelheiros, Entrada do Vilela, Estrada Ecoturistica de Parelheiros próximo ao Deposito Decovan, e as estradas permanecem intransitáveis, vide exemplo A Rua Benedito Schunck localizada no bairro de Embura na cidade de São Paulo SP.

 
 
 

 

 

Rua Euzébio Coghi - Parelheiros, São Paulo – SP - (18/03)

Imagem: Vagner Fernandes

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 10h08
20°
Muitas nuvens Máxima: 25° - Mínima: 18°
20°

Sensação

7 km/h

Vento

83%

Umidade

Fonte: Climatempo
Ayumi
Bobs
Fique em casa
Editais
Municípios
Fiqque em casa 2
Últimas notícias
Editais
Mais lidas
Fiqque em casa 3
Editais