Venha você também para o Classificado Folha!
Cultura

CASA DO JUSA ESTÁ EM ESTADO DE DETERIORAÇÃO E PROCESSO DE TOMBAMENTO DIFICULTA REFORMA

Família proprietária do imóvel encontra impasses para venda e restauração da propriedade

04/05/2017 15h15
Por: Redação
1.049

Considerada patrimônio histórico, a Casa do Jusa foi construída por Joseph Roschel em 1841. Localizada na Estrada do Jusa com a rua Professor Maria Cantarelli Seixas, a construção, que está apodrecendo devido à falta de restauração, aguarda a conclusão do processo de tombamento.

 

Desde os anos 80, quatro gerações residiram na propriedade. Nos últimos 15 anos, por conta da infestação de cupins e infiltrações que comprometem toda a estrutura, a casa corre grandes riscos de ceder e, por esse motivo, mantém-se desocupada.

 

"Eu cresci naquela casa, ela era muito bonita, tinha o desenho de uma cobra coral no teto. Desde aquela época minha mãe queria trocar o telhado, a casa já tinha goteiras, mas ela acabou falecendo sem mexer em nada", comenta Alaide da Silva Santos, 66, atual proprietária, bisneta de Joseph Roschel.   

 

“A cada dia está caindo um pedaço e qualquer dia vai abrir (o teto). Aí não tem o que fazer” diz Marcelo da Silva Santos, 42, filho da atual de Alaide.

 

Em entrevista, os proprietários da casa dizem estar de mãos atadas, pois com o processo de tombamento aberto não é indicado realizar qualquer restauração que modifique a estrutura original da casa, segundo a Prefeitura Regional. “Nós só podemos restaurar a casa se deixarmos igual ao que era quando foi construída, mas isso é caro”, explica Marcelo da Silva Santos.

 

Além da Casa do Jusa, a Paróquia Santa Cruz, localizada na Praça Júlio Cesar de Campos, fundada em 1898, 71 anos após a chegada das primeiras famílias alemãs à região, e a Cratera do Vargem Grande, descoberta em 1960, resultado do impacto de um corpo celeste que se chocou contra a Terra há aproximadamente 36 milhões de anos, também estão em processo de tombamento junto ao Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (CONPRESP).

 

Procurada pelo jornal Folha de Parelheiros, a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal da Cultura declarou que os três bens possuem os processos de tombamento abertos e, que ainda em 2017, terão os estudos de tombamento definitivos e encaminhados ao CONPRESP para deliberação. Após o encaminhamento haverá debate dos estudos para que uma decisão seja tomada.

 

A Secretaria informou ainda que os imóveis podem passar por reformas desde que sejam antes analisadas pelo Departamento do Patrimônio Histórico/CONPRESP.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 11h03
22°
Muitas nuvens Máxima: 25° - Mínima: 18°
22°

Sensação

13 km/h

Vento

69%

Umidade

Fonte: Climatempo
Ayumi
Bobs
Fique em casa
Editais
Municípios
Fiqque em casa 2
Últimas notícias
Editais
Mais lidas
Fiqque em casa 3
Editais