Quinta, 02 de Dezembro de 2021 09:08
(11) 99639-7423
Especiais Black Friday

Black Friday 2021: falta uma semana; veja as principais dicas para o dia

Confira as principais dicas e informações uma semana antes da Black Friday, que acontece na próxima sexta, 26 de novembro (26/11).

19/11/2021 11h45
1.083
Por: Redação Fonte: O Povo
De acordo com a ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude, as práticas de fraude devem crescer 52% na Black Friday de 2021; confira as principais dicas e informações uma semana antes (foto: Rovena Rosa / Agência Brasil)
De acordo com a ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude, as práticas de fraude devem crescer 52% na Black Friday de 2021; confira as principais dicas e informações uma semana antes (foto: Rovena Rosa / Agência Brasil)

A contagem regressiva para a Black Friday está cada vez mais perto de terminar. Hoje, sexta-feira (19/11), falta uma semana para o dia oficial de promoções, que está marcado para acontecer na última sexta do mês, 26 de novembro. Apesar de alguns estabelecimentos terem antecipado as liquidações, se estendo principalmente durante a semana oficial, alguns cuidados e atenção aos preços devem ser considerados antes do 'grande dia', pois os golpes costumam ser ainda mais comuns nesse período.

Black Friday 2021: o que vale a pena comprar?

Conforme levantamento realizado pela plataforma Promobit, em 2019, livros e e-books foram os produtos que mais valeram a pena comprar na Black Friday. Os produtos tiveram média de 77% de desconto. O ranking foi seguido pelos eletrodomésticos, com média de 51% de desconto, e pelos artigos de informática, com média de 42% de desconto. Televisões, câmeras, relógios e smartphones também estiveram bem colocados na pesquisa.

Segundo dados coletados pela empresa especializada em SEO para negócios digitais Conversion, os produtos mais buscados na Black Friday 2020 foram os eletrônicos e eletrodomésticos, citados por 60% dos entrevistados. Os celulares eram desejados por 59% dos consumidores. Artigos de moda e acessórios eram buscados por 47% das pessoas.

Em 2020, para ajudar os consumidores na escolha dos produtos que obtiveram desconto efetivo na Black Friday, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) estudou a variação de preços no decorrer de 40 dias encerrados em 15 de novembro (mais ou menos duas semanas antes de o evento começar no ano passado).

Todos os dias foi realizada a coleta dos preços de mais de dois mil itens agrupados em 48 categorias. O resultado da análise apontou quais itens têm maior probabilidade de receberem descontos efetivos com base na variação positiva ou negativa dos valores dos produtos.

Os produtos que sofreram variação negativa nos preços têm maior probabilidade de desconto real:

  • Console de videogame: -19%
  • Notebook: -17%
  • Games PC: -14%
  • Calça Masculina: -13%
  • Aspirador de pó e água: -11%
  • Smart TV Box: -10%
  • Tênis: -8%
  • Bolsa: -6%
  • Sapato Masculino: -6%
  • Purificador de água/Filtro: -5%
  • Smartwatch: -5%
  • Micro-ondas: -4%
  • Monitor: -4%

Os produtos que sofreram variação positiva nos preços têm menor probabilidade de desconto real:

  • Bicicleta: 22%
  • Colchão: 21%
  • Camisas de Clubes de Futebol: 17%
  • Joystick: 15%
  • Óculos de Sol: 10%
  • Capa para Smartphone: 9%
  • Móveis para Cozinha: 8%
  • Patins: 8%
  • Cafeteira Elétrica: 7%
  • Skate/Hoverboard: 6%
  • Ar-condicionado: 6%
  • Fogão: 5%
  • Lavadora de Roupas: 5%

Black Friday 2021: conheça apps que vão ajudar a economizar em compras online

O programa Dei Valor, do O POVO, separou uma lista de aplicativos que vão ajudar você a procurar o produto e pagar pelo menor preço. Comprar pela internet permite que você tenha os mais diversos sites para encontrar o que procura. Mas, essa grandiosidade pode contribuir para que você nem sempre consiga economizar. Clique aqui para ver o vídeo ou no player abaixo:

 

 

Black Friday 2021: dicas para não cair em golpes e comprar com segurança

  • Planeje e pesquise suas compras

É preciso planejar o que você realmente pretende comprar para pesquisar os preços ao longo do período e observar se não houve algum aumento no valor antes da Black Friday. Afinal, é comum que algumas lojas subam os preços um tempo antes para chamarem atenção no dia com um grande desconto.

Alguns sites e aplicativos ajudam na tarefa de monitorar os preços na internet. Por meio deles, é possível visualizar quando algum item teve aumento ou queda no valor de venda, podendo ser observado todo o histórico de preço de um determinado produto. Confira algumas opções abaixo para você monitorar os preços:

Olhar Digital Ofertas: se trata de um plugin para seu navegador que compara os preços em diversas lojas, analisa a variação ao longo do tempo, testa automaticamente cupons de desconto e alerta quando um produto chega a um preço que lhe interessa. O plugin garante segurança, monitorando mais de 30 lojas em todo o Brasil, sem acessar seus dados pessoais e sem afetar a velocidade de navegação.

Black ou Fraude: o serviço ajuda a evitar outro tipo de golpe: o frete abusivo. Muitas vezes, o "desconto" do produto vai todo no frete, o que acaba fazendo o cliente pagar o mesmo valor pela atração do preço do item desejado.

  • Atenção para falsas promoções

Com o crescimento da Black Friday, os consumidores estão cada vez mais adeptos às compras online, o que prioriza o dobro de cuidado. E-mail, sms, telefonema, mensagens de WhatsApp e falsos anúncios são só algumas das táticas digitais de fraudes durante o período tão aguardado de promoções.

As e-commerce falsas, que se tratam de um site de produtos idêntico ao de um grande varejista, porém com outro domínio, também são muito comuns. É importante se atentar ao domínio do site, que pode ser substituído de formas que podem confundir ao olhar rápido, como por exemplo: opovo.com.br por opovoo.com.br

Além disso, o cadeado (HTTPS), que fica do lado esquerdo da barra de endereço do site, não é garantia de idoneidade da loja: sites com selos de segurança garantem o sigilo dos dados, não sua confiabilidade. Muitos endereços clonados têm URLs com protocolo HTTPS

  • Se atente ao parcelamento da compra

Nas opções de parcelamento que algumas lojas oferecem, existem situações em que a cobrança das parcelas é tão alta que o valor final não compensa, mesmo com o preço tentador ofertado. Esse é um dos grandes cuidados a ser tomado, sendo importante sempre calcular

Além disso, por mais que o parcelamento pareça uma boa ideia inicialmente, não deixe de avaliar se ele cabe nas suas finanças, sem comprometer a sua capacidade de pagamento.

  • Prefira utilizar cartão virtual

Para compras online, opte sempre pelo cartão virtual. Um "novo cartão" é ativado no próprio aplicativo e, no geral, o número só fica disponível por determinado tempo, sendo expirado em seguida e não podendo ser mais utilizado, trazendo, dessa forma, mais segurança.

Também há situações em que a emissora do cartão mantém os dados, mas permite que você faça o bloqueio e desbloqueio a qualquer momento no aplicativo. Sendo assim, quando não estiver utilizando, basta fazer o procedimento para bloquear o recurso.

Com essas alternativas, se o seu cartão for clonado, você pode simplesmente cancelar o número virtual sem passar pelo incômodo de ter que cancelar o número real e emitir um novo cartão.

Black Friday 2021: o que é a "Black Fraude"?

De acordo com a ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude nos mais diversos segmentos, as práticas de fraude devem crescer 52% na Black Friday de 2021. Logo, é importante avaliar criteriosamente o valor e pagamento de suas suas compras para o "barato" não sair caro, ou não acabar comprando algo pela "metade do dobro" do produto e cair na famosa "Black Fraude".

Em 2020, reclamações na Black Friday cresceram 45% nas primeiras horas do evento, sendo os maiores problemas relacionados à propaganda enganosa, que obteve 28,17% das objeções feitas pelos consumidores no site Reclame Aqui. Os descontos representam o maior atrativo da Black Friday, mas o consumidor deve estar atento e pesquisar os preços dos produtos que deseja comprar antes do período de promoções.

Quando outubro chega, muitas lojas elevam os preços para, em seguida, reduzi-los novamente durante a semana ou dia em que se propõem a liquidar as mercadorias, gerando a falsa sensação de barateamento dos produtos. Assim, o comprador pode achar que economizou - mas, na verdade, comprou um determinado bem pelo preço original.

Neste primeiro balanço feito em relação ao evento do ano passado, o marketplace das Lojas Americanas lideraram as reclamações, com 249 entradas no site, seguido pela Kabum (164), Magazine Luíza (138), Casas Bahia (127), Submarino (117), Ame Digital (112), Lojas Renner (103), Lojas Americanas - loja online (100), Riachuelo (97) e Mercado Livre (68). Portanto, pesquise bem e com antecedência antes de efetuar qualquer compra durante a Black Friday.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 08h59 - Fonte: Climatempo
19°
Muitas nuvens

Mín. 17° Máx. 26°

19° Sensação
15 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 25°

Sol com muitas nuvens
Sábado (04/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias