Sexta, 25 de Setembro de 2020 10:08
+55 11 94087-6185
Cidades Inovação

Startups com soluções que combatem os efeitos da pandemia completam programa de aceleração promovido pela Prefeitura que investiu R$ 1 milhão

Durante quatro meses, 10 iniciativas receberam mentorias e o aporte de R$ 100 mil para validar seus projetos

11/08/2020 10h35
1.141
Por: Redação
Startups com soluções que combatem os efeitos da pandemia completam programa de aceleração promovido pela Prefeitura que investiu R$ 1 milhão

A Prefeitura de São Paulo concluiu nesta segunda-feira, 10 de agosto, a aceleração de 10 startups com soluções e projetos para combater os efeitos econômicos gerados pela pandemia do coronavírus. Ao longo de dois meses, o programa executado pela Ade Sampa, agência vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, promoveu mentorias e qualificação para 10 startups. Cada uma recebeu o aporte financeiro de R$ 100 mil para investirem em seus projetos e os tornarem imediatamente aplicáveis.

 

“A secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho tem implementado uma série de ações de apoio à retomada econômica da cidade e de fortalecimento da economia. Neste momento de crise, precisamos da soluções que sejam inovadoras e tragam resultados representativos, o que acreditamos que acontecerá com cada uma das startups aceleradas”, declara a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso. “Apoiamos as 10 startups com o investimento financeiro e as mentorias. O aporte financeiro é muito importante para que as empresas consigam colocar seu negócio em prática, mas as mentorias são ainda mais fundamentais para que cada projeto seja bem estruturado e possa ser imediatamente aplicável”, complementa.

 

Durante 11 semanas, as startups receberam mentorias e capacitações sobre pesquisa e validação, design de solução, marketing, finanças, assuntos jurídicos, captação de investimentos, gestão de comunidades e apresentações dos negócios.

 

“Acreditamos que após esse processo de aceleração as startups estão ainda mais preparadas para aplicar o seu negócio no mercado e elevar a qualidade dos seus serviços. De fintech a delivery inteligente, temos aqui empresas das mais diversas áreas, todas trabalhando em prol da mitigação dos impactos socioeconômicos desta pandemia do coronavírus”, declara o presidente da Ade Sampa, Frederico Celentano.

 

As atividades ocorreram por meio de 11 mentorias técnicas com especialitas e 12 sessões com as madrinhas do projeto Bárbara Almeida Ladeia, CEO e design thinking e Paula Marques, responsável por inovação e novos negócios da DoisPontoCinco.

 

"Foi um desafio para a gente desenvolver a metodologia e o programa. Mas no final, funcionou super bem, conseguimos ter uma visão ampla e a parceria com a Ade Sampa foi de extrema importância para realizarmos todas as atividades e desenvolvermos ainda mais essas startups com iniciativas tão inovadoras que, com toda certeza, trarão um enorme impacto positivo para a cidade", conta Paula Marques.

 

Oswaldo Cruz é o fundador da Startup de Impacto, uma das aceleradas durante o período. A plataforma busca preparar jovens para o mercado de trabalho por meio do empreendedorismo de impacto. Para ele a aceleração foi fundamental para aprimorar o seu negócio.

 

“As mentorias, tanto as de acompanhamento quanto as com especialistas, foram de fundamentais para a lapidação final do programa. Elas nos ajudaram a entender melhor as necessidades de todos os públicos envolvidos, a personalizar e aumentar a atratividade do curso, bem como a planejar a divulgação e comunicação que será utilizada. Alguns aprendizados vão muito além do projeto inscrito no edital e serão replicados em outros projetos da empresa. Mudando, para melhor, processos e estratégias futuras da empresa como um todo”, declara.

 

Conheça as iniciativas aceleradas:

 

1.    Cappta / Parcele Já

O projeto Parcele Já, da Cappta, irá permitir o pagamento parcelado de contas e boletos por meio de aplicativo, link de pagamento e sistema desktop. A solução contribui para a gestão de recursos de fluxos de caixa de empresas, permitindo o pagamento parcelado de fornecedores com uma taxa mais atrativa que a de empréstimos bancários e sem burocracia, além de garantir para o consumidor mais poder de compra. A iniciativa também pode ser fonte de renda para pessoas que queiram trabalhar como correspondentes lotéricos, permitindo que varejistas e profissionais autônomos recebam e paguem contas de seus clientes.

 

2.    SP + Segura

Aplicativo desenvolvido pela P2AS, lançado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano que facilita o compartilhamento de informações em tempo real pelos cidadãos, que podem registrar ocorrências como falta de luz, queda de árvore, buracos na rua ou algum problema de segurança pública. A solução proposta para aceleração é a de inserir um módulo em que é possível que o munícipe reporte no app como está se sentindo e, a partir de então, ele pode ter acesso, suporte e orientação do sistema de saúde, com base nos efeitos da atual pandemia, gerando um sistema colaborativo de mapeamento geolocalizado epidemiológico. Com isso, é possível também que a Prefeitura possa extrair relatórios e levantamentos sobre o assunto.

 

3.    Keepz

Plataforma e aplicativo que permite que as lojas realizem a entrega de produtos sem criar aglomerações. O cliente compra  e retira o produto sem precisar descer do carro. Serve também como plataforma para comércios locais, pois o cliente encontra o prestador de serviço ou lojista no mapa. A solução cria, também, um catálogo virtual para que cliente e lojista possam combinar  os detalhes de entrega pelo WhatsApp, muito utilizado pelos empreendedores populares para  divulgar seus sprodutos ou serviços.

 

4.    Boomit

Plataforma de mentorias on-line que funciona a partir do matching entre mentores e empreendedores, contando com um módulo específico para a sobrevivência dos empreendedores aos desafios gerados pela pandemia do novo coronavírus. A princípio, o empreendedor realiza seu diagnóstico, identificando os problemas que existem em sua empresa, logo após, se conecta ao mentor de performance, que estabelece a conexão com os mentores especialistas. Dessa forma, cada área é tratada separadamente, ganhando agilidade e flexibilidade na resolução dos desafios.

 

5.    Instituto Feira Livre

O projeto desenvolvido pelo Instituto Feira Livre busca assegurar a expansão da distribuição de  alimentos livres de agrotóxicos por meio de uma plataforma de comércio on-line. A iniciativa fortalece a cadeia produtiva que envolve o suprimento de alimentos na capital, concentrando esforços especiais na saúde e segurança tanto dos agricultores quanto dos consumidores. Assim, por meio do marketplace, busca implementar uma solução duradoura para além do cenário atual, facilitando o acesso de alimentos para uma parcela maior da população da cidade de São Paulo, com preços acessíveis.

 

6.    Data Machina

Plataforma com dados geo localizados da cidade de São Paulo que no contexto atual é projetada para auxiliar em dois momentos, primeiro no combate aos efeitos imediatos da pandemia, proporcionando o compartilhamento de recursos e insumos disponíveis entre os atores da cidade e cidadãos comuns. Segundo quando a fase mais aguda da doença passar e a crise econômica se tornar o foco de atenção os Bots e recursos disponíveis podem ajudar a conectar pequenos produtores, estoques e oportunidades comerciais.

 

7.    Plataforma Mee

Com o Mee, é possível organizar projetos pessoais, arquivos de trabalho home office e até mesmo pesquisas acadêmicas. Como uma forma de demonstrar o potencial da plataforma, o Mee criou o Portal COVID-19, onde suas técnicas de organização visual e conceitual são aplicadas às informações relevantes sobre a pandemia. O portal visa, principalmente, combater a epidemia de fake news e a desinformação, que atrapalham em muito o combate ao próprio vírus.

 

8.    Mova

Primeira startup de empréstimo entre pessoas aprovada pelo Banco Central do Brasil. A Mova é uma fintech que visa oferecer empréstimo para profissionais da economia criativa por meio do modelo peer-to-peer lending. O projeto viabiliza um canal para quem precisa de dinheiro, podendo realizar uma proposta para conseguir o valor a juros subsidiados, conectando com pessoas que podem investir nesses empréstimos pela própria plataforma digital, de tal modo que as duas partes podem ganhar para gerar impacto positivo. Quem empresta, tem os juros maior do que quando deixa o dinheiro no banco e quem toma o dinheiro emprestado, pega o juros menor do que quando pega no banco.

 

9.    Fofuuu

A Fofuuu é uma plataforma que se utiliza da tecnologia e jogos para permitir que professores e terapeutas possam continuar tratamentos e orientações para crianças de maneira segura e lúdica, diante do contexto de distanciamento social. Os profissionais podem gerenciar e conduzir remotamente suas sessões, enquanto os pais são guiados de maneira simples, facilitando a continuidade dos tratamentos/orientações para as crianças.

 

10.  Ideias de Futuro - Startup de Impacto

O Startup de Impacto é um programa, on-line e gratuito, de iniciação em empreendedorismo tecnológico focado em soluções de impacto social. Nele, estudantes do 8º ano do Fundamental até o 3º ano do ensino médio público do vivenciarão as principais etapas para se criar um negócio e garantir que ele seja sustentável, sempre se adaptando às novas demandas do mercado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 09h48 - Fonte: Climatempo
20°
Nevoa seca

Mín. 16° Máx. 30°

20° Sensação
7 km/h Vento
73% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Domingo (27/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias